17 de novembro de 2012

Mitologia do Titanic Britannic e Olympic

 OLYMPIC, TITANIC E GIGANTIC
Segundo a mitologia grega, Uranus era a personificação do Céu e o esposo de Gaia a Terra, o elemento primordial que gerou todas as estirpes divinas. Gaia e Uranus tiveram doze filhos (seis irmãos e seis irmãs). Cada filho casou-se ou teve filhos de uma de suas irmãs. Eles são: Cronos e Rhea, Iapetus e Themis, Oceanus e Tethys, Hyperion e Theia, Crius e Mnemosyne, e Coeus e Phoebe.
Seis dos filhos de Uranus e Gaia foram chamados os Titans, os quais constituíam a primeira geração de deuses. Os Titans eram uma raça de gigantes semelhantes a deuses que eram considerados personificações das forças da natureza. Cronos, o mais jovem, ajudou sua mãe Gaia a castrar o seu pai e tomou o poder, com o apoio dos seus irmãos. Porém, Oceanus, o mais velho, não se rebelou contra o progenitor e ficou à margem da família. Para evitar que a história se repetisse, Cronos devorava os seus filhos à medida que nasciam. Somente Zeus conseguiu sobreviver, porque sua mãe, Rhea, partiu para a ilha de Creta, para secretamente poder dá-lo à luz. Já adulto, Zeus, sendo um Deus do Olimpo desafiou a seu pai e os seus tios e venceu-os após uma dura batalha, com a ajuda de Oceanus e dos outros deuses do Olimpo, Hades, Apolo, Hera, Atena e Poseidon. Depois de vencidos, os Titans foram encerrados por Zeus no Tártaro, um abismo situado nas profundezas da Terra. Para se vingar de Zeus e o derrotar, Gaia, gera os Gigantes, seres de uma força extraordinária que só poderiam ser derrotados quando um deus e um humano os atacassem simultaneamente. São eles Tifão, Pai-de-Monstros, Gigante da Tempestade; Alcioneu, Castigo-de-Hades, Gigante das Riquezas; Efialtes, Castigo-de-Apolo; Porfírio, Rei-Gigante, Quem Raptou Hera (Juno); Encélado, Castigo-de-Atena, Gigante do Fogo; Polybotes, Castigo-de-Poseidon, Gigante do Veneno.
No documentário Titanic - A Lenda, é retratada a cena em que são dados os nomes aos navios.
 
Ismay - Agora vão precisar de nomes. Não podemos continuar a chamar-lhes 400 e 401.
Pirrie - Com certeza, já que o 400 é o primeiro da classe, vamos chamar-lhe Olympic.
Ismay - Concordo. E o 401?
Pirrie - É o seu navio, Bruce.
Ismay - William, conhece a mitologia. O Olimpo era a casa dos Deuses gregos, é verdade. Mas então e os seus maiores rivais? Os Titãs? Eram gigantes cada um deles. O companheiro do Olympic deverá ser o Titanic!
Pirrie - Muito bem. Nunca houve um navio com nome tão apropriado.
Ismay - Olympic e Titanic! 
 
No filme de dois episódios de 1996 Titanic feito para televisão, o Capitão Smith em seus momentos finais, relembra a mitologia dizendo o seguinte:
Capt. Smith - Há uma frase muito citada nos jornais. "Nem Deus afunda este navio." Recebeu um nome apropriado. Os Titãs ousaram desafiar os deuses, e, devido à sua arrogância foram precipitados no Tártaro. 
 
O primeiro navio dos três que seriam construídos acabou ficando com o nome de Olympic por causa dos Deuses do Monte Olimpo. O Titanic é referente aos rivais dos Deuses do Olimpo, os gigantes Titans. Já o terceiro navio, o Gigantic, era em homenagem aos segundos rivais do Olimpo, os Gigantes. É desta história mitológica que provém o nome dos três navios da White Star Line e o termo “Olympic Class”. 
Curiosamente, apenas os deuses do Olimpo prevaleceram, até se desvanecerem na História, assim foi com o Olympic, o único que prevaleceu até ser desmontado. 
Tal como na mitologia grega os Titãs e os Gigantes, tanto o Titanic como o Gigantic (ou Britannic), foram destinados também ao fracasso.

2 comentários: