31 de dezembro de 2012

Venho agradecer a todos os que teem feito esta longa e complicada viagem que temos feito um obrigadão a todos
Espero que 2013  seja ainda melhor que este ano!!
beijo e Abraço

30 de dezembro de 2012

PETIÇÃO TITANIC


Já todos nós vimos e revimos vezes sem conta o filme Titanic de James Cameron, e já prestamos atenção que muitas das sonoridades que aparecem no filme não existem em cd algum.
Quando em Abril de 2012 foi lançada a versão 3D do Titanic em todos os cinemas, já se encontrava disponível para venda uma box de 4 CD's com as músicas do filme. Antes do seu lançamento a expectativa era grande, foi até anunciado um dueto entre Plácido Domingo e Celine Dion para a versão My Heart Will Go On, mas que acabou por ser cancelado devido a problemas de saúde da cantora. Acredito que se o dueto tivesse sido realizado, o relançamento do filme teria tido uma maior repercussão com bons rendimentos para juntar aos que obteve em 1998. Mas, mesmo esta box, deixou muito a desejar: o primeiro e segundo cd, Titanic e Back to Titanic respectivamente, eram uma reedição com melhor qualidade dos já lançados há 14 anos, o terceiro trazia consigo as músicas tocadas pela banda do Titanic (mesmo assim incompleto), e um quarto cd com as músicas que se ouviam na época da viagem inaugural. Esta box mais pareceu uma corrida contra o tempo para sair nos 100 anos do naufrágio e coincidir com o filme e assim lucrar um pouco mais. Ao longo de todos estes anos desde que o filme saiu pela primeira vez nos cinemas, fãs de toda a parte se esforçam para editar com os mais variados programas de som essas músicas que mais ninguém tem. Uma breve pesquisa no youtube demonstra as tentativas, algumas delas bastante boas desses verdadeiros artistas, desde as músicas da banda aos pedaços que ouvimos no filme, passando pelas tocadas na terceira-classe, até outras da banda da primeira-classe. Quem nunca reparou que a música da partida do Titanic é um pouco diferente da que vem no cd original? Um exemplo disso é a música My Heart Will Go On que é tocada no videoclip com imagens do filme e que só existe no cd da Celine Dion lançado na época. No cd do Titanic existe a versão mais extensa que é tocada nos créditos finais do filme, e no cd Back To Titanic é tocada uma versão com diálogos do filme. Pois bem, agora, por todas as músicas que foram tocadas e não editadas, existe uma petição oficial para que seja lançada uma trilha com todas elas: http://titanicscore.com/ não é difícil assinar a petição, basta ir directo ao link, preencher o campo com o primeiro e último nome, país e e-mail e pronto! Aproveite também a entrar na página da petição no facebook que se encontra também no endereço da petição. O site garante que apenas estão visíveis o primeiro e último nome do assinante garantindo assim a sua privacidade. Não custa nada! Vamos assinar!
Olá a todos venho vos desejar umas boas entradas em 2013 beijo.


21 de novembro de 2012

Em memória dos 96 anos do britannic

video
O NAUFRÁGIO DO BRITANNIC 
O Britannic partiu de Southampton num domingo, dia 12 de novembro de 1916. Ele não levava nenhum "passageiro". No dia 17 de novembro de 1916, chegou a Nápoles, para abastecer e partir no sábado, mas uma tempestade feroz atrasou sua partida.
Terça-feira, 21 de novembro de 1916. O Britannic estava navegando pelo Canal de Kea no mar Egeu, em plena Primeira Guerra Mundial. Perto das 8:00 da manhã, uma tremenda explosão golpeou o Britannic, adernou e começou afundar muito depressa pela proa. O Capitão Bartlett experimentou encalhar o Britannic na Ilha de Kea, mas não teve sucesso. Em 55 minutos, o maior transatlântico da Inglaterra, com apenas 351 dias de vida, afundou. A explosão ocorreu aparentemente entre a 2ª e a 3ª antepara a prova de água e a antepara 2 e 1 também foram danificadas. Ao mesmo tempo, começou a fazer água na sala de caldeiras 5 e 6. Este era asperamente o mesmo dano que levou seu irmão, o Titanic, a afundar.
Infelizmente 30 pessoas morreram na ocasião. A maioria destas mortes ocorreu quando os hélices emergiram das águas e sugou alguns barcos salva-vidas. Os motores ainda estavam em funcionamento, pois na correria de tentar encalhar o navio, esqueceram de parar os motores.
O Britannic está tombado de lado a apenas 350 pés (107m) de profundidade. Tão raso que a proa bateu no fundo antes dele afundar totalmente, e devido ao imenso peso do navio a proa se retorceu toda. Ele foi descoberto em 1976 em uma Exploração dirigida pelo oceanógrafo Jacques Cousteau.
É fácil distinguir o Britannic de seus irmãos, devido aos gigantescos turcos de barco salva-vidas, e também porque a maioria das fotografias suas mostram ele todo pintado de branco com uma faixa verde pintada no casco de proa a popa, separada apenas por 3 grandes cruzes vermelhas de cada lado, designando-o como um navio hospital. O HMHS Britannic nunca chegou a receber um centavo para transportar um passageiro.
O Britannic é hoje o maior transatlântico naufragado.
Mortos no naufrágio do HMHS Britannic: Arthur Binks / Arthur Dennis / Charles C. S. Garland / Charles J. D. Phillips / Frank Joseph Earley / G. Philps / George De Lara Honeycott / George James Bostock / George Sherrin / George William Godwin / George William King / Henry Freebury / Henry James Toogood / James Patrick Rice / John Cropper / John George McFeat / Joseph Brown / Leonard George / Leonard Smith / Percival W. E. White / Pownall Gillespie / Robert Charles Babey / Thomas A. Crawford / Thomas Francis Tully / Thomas Jones / Thomas Taylor McDonald / Walter Jenkins / William Sharpe / William Smith / William Stone

Conheça mais sobre o navio aqui

Baixe o Mini jornal em homenagem ao naufrágio feito em parceria com o blogue Navios da Classe Olympic clique aqui

17 de novembro de 2012

Mitologia do Titanic Britannic e Olympic

 OLYMPIC, TITANIC E GIGANTIC
Segundo a mitologia grega, Uranus era a personificação do Céu e o esposo de Gaia a Terra, o elemento primordial que gerou todas as estirpes divinas. Gaia e Uranus tiveram doze filhos (seis irmãos e seis irmãs). Cada filho casou-se ou teve filhos de uma de suas irmãs. Eles são: Cronos e Rhea, Iapetus e Themis, Oceanus e Tethys, Hyperion e Theia, Crius e Mnemosyne, e Coeus e Phoebe.
Seis dos filhos de Uranus e Gaia foram chamados os Titans, os quais constituíam a primeira geração de deuses. Os Titans eram uma raça de gigantes semelhantes a deuses que eram considerados personificações das forças da natureza. Cronos, o mais jovem, ajudou sua mãe Gaia a castrar o seu pai e tomou o poder, com o apoio dos seus irmãos. Porém, Oceanus, o mais velho, não se rebelou contra o progenitor e ficou à margem da família. Para evitar que a história se repetisse, Cronos devorava os seus filhos à medida que nasciam. Somente Zeus conseguiu sobreviver, porque sua mãe, Rhea, partiu para a ilha de Creta, para secretamente poder dá-lo à luz. Já adulto, Zeus, sendo um Deus do Olimpo desafiou a seu pai e os seus tios e venceu-os após uma dura batalha, com a ajuda de Oceanus e dos outros deuses do Olimpo, Hades, Apolo, Hera, Atena e Poseidon. Depois de vencidos, os Titans foram encerrados por Zeus no Tártaro, um abismo situado nas profundezas da Terra. Para se vingar de Zeus e o derrotar, Gaia, gera os Gigantes, seres de uma força extraordinária que só poderiam ser derrotados quando um deus e um humano os atacassem simultaneamente. São eles Tifão, Pai-de-Monstros, Gigante da Tempestade; Alcioneu, Castigo-de-Hades, Gigante das Riquezas; Efialtes, Castigo-de-Apolo; Porfírio, Rei-Gigante, Quem Raptou Hera (Juno); Encélado, Castigo-de-Atena, Gigante do Fogo; Polybotes, Castigo-de-Poseidon, Gigante do Veneno.
No documentário Titanic - A Lenda, é retratada a cena em que são dados os nomes aos navios.
 
Ismay - Agora vão precisar de nomes. Não podemos continuar a chamar-lhes 400 e 401.
Pirrie - Com certeza, já que o 400 é o primeiro da classe, vamos chamar-lhe Olympic.
Ismay - Concordo. E o 401?
Pirrie - É o seu navio, Bruce.
Ismay - William, conhece a mitologia. O Olimpo era a casa dos Deuses gregos, é verdade. Mas então e os seus maiores rivais? Os Titãs? Eram gigantes cada um deles. O companheiro do Olympic deverá ser o Titanic!
Pirrie - Muito bem. Nunca houve um navio com nome tão apropriado.
Ismay - Olympic e Titanic! 
 
No filme de dois episódios de 1996 Titanic feito para televisão, o Capitão Smith em seus momentos finais, relembra a mitologia dizendo o seguinte:
Capt. Smith - Há uma frase muito citada nos jornais. "Nem Deus afunda este navio." Recebeu um nome apropriado. Os Titãs ousaram desafiar os deuses, e, devido à sua arrogância foram precipitados no Tártaro. 
 
O primeiro navio dos três que seriam construídos acabou ficando com o nome de Olympic por causa dos Deuses do Monte Olimpo. O Titanic é referente aos rivais dos Deuses do Olimpo, os gigantes Titans. Já o terceiro navio, o Gigantic, era em homenagem aos segundos rivais do Olimpo, os Gigantes. É desta história mitológica que provém o nome dos três navios da White Star Line e o termo “Olympic Class”. 
Curiosamente, apenas os deuses do Olimpo prevaleceram, até se desvanecerem na História, assim foi com o Olympic, o único que prevaleceu até ser desmontado. 
Tal como na mitologia grega os Titãs e os Gigantes, tanto o Titanic como o Gigantic (ou Britannic), foram destinados também ao fracasso.

O Titanic e a Biblia

O TITANIC E A BÍBLIA 
A bordo do Titanic estavam passageiros e tripulantes de várias nacionalidades e línguas que nos momentos finais e trágicos do naufrágio se uniram num espírito de solidariedade e entreajuda mostrando a fé de cada um. A maioria eram cristãos, muçulmanos, judeus, mas também existiam ateus. Entre os cristãos a bordo, contavam-se católicos, evangélicos, protestantes... É graças a um padre, Francis Browne, que hoje temos fotos da vida a bordo no Titanic. Francis Mary Hegarty Browne, foi convidado pelo seu tio, um bispo, a viajar no Titanic desde Southampton até Queenstown. Amante da fotografia, este padre documentou em dezenas de fotografias, a viagem de trem até Southampton, a partida do navio, as fotos dos passageiros que se divertem no convés os interiores dos camarotes, ginásio, e uma foto rara no primeiro jantar a bordo. Fala-se que foi nesse jantar a bordo que conheceu um casal de milionários que lhe queria pagar a restante viagem até Nova Iorque e o seu retorno ao Reino Unido. Francis Browne ficou entusiasmado e mandou um telegrama aos seus superiores a pedir autorização, a reposta por telégrafo foi curta e grosseira: "SAIA JÁ DESSE NAVIO". Estas palavras deitaram por terra a oportunidade de ser ele a celebrar a missa de domingo a bordo, mas salvou-lhe a vida. Quando se fala em Titanic, em qualquer filme que se faça ou história que se conte sobre ele, é inevitável não se falar sobre o serviço religioso efectuado a bordo, ou daqueles que se viram a salvação pela fé como o passageiro de segunda-classe o Padre Thomas Roussel Davids Byles, que juntou uma multidão na popa do navio em oração enquanto esperavam os momentos finais. 
A bordo de um navio o comandante torna-se a figura mais importante, o «único senhor depois de Deus». No Domingo 14 de Abril ao meio-dia, no salão de jantar de primeira-classe foi celebrado pelo comandante Edward Smith um serviço religioso onde todos foram convidados a participar, inclusive foram convidados a subir até ao salão, os passageiros de segunda e terceira-classe, isto pode ser visto na série de quatro episódios Titanic de Julian Fellowes exibida este ano. No filme Titanic de 1996 série de 2 episódios, o Capitão Smith apresenta-se a presidir o serviço religioso proferindo o Salmo 107:23 - "Os que descem ao mar em navios, mercando nas grandes águas." Salmo 107:28 - "Então clamam ao Senhor na sua angústia e Ele os livra das suas dificuldades. Salmo 107:29 - "Ele faz cessar a tormenta, e acalmam-se as suas ondas." E por fim o Salmo 107:30 - "Então se alegram, porque se aquietaram, assim os leva ao porto desejado." Após uma breve interrupção das personagens, ouvimos novamente o capitão citando a 1ª Epístola de João 5:6 - "Este é Aquele que veio por água sangue, isto é, Jesus Cristo. Não só por água, mas por água e por sangue. E o Espírito é o que testifica, porque o Espírito é a verdade." 
Nos filmes SOS Titanic, e Titanic de James Cameron, vemos o mesmo serviço religioso com o cântico Eternal Father Strong to Save. 
- Pai Eterno, forte para nos salvar;
Que com o braço deténs a onda inquieta;
Tu que mandas no oceano profundo;

E o obrigas a manter-se nos limites por ti assinalados;

Escuta-nos quando a ti elevamos a nossa voz;

Por todos aqueles que estão em perigo no mar...

Na verdade este cântico foi cantado num outro serviço religioso celebrado na segunda-classe ao fim do dia pelo passageiro de segunda-classe, o Padre Ernest Courtenay Carter. Os versos do cântico foram escritos por William Whiting em 1860, e no ano seguinte foi composto o cântico para os versos, da autoria de John B. Dykes (o mesmo autor da música para Nearer My God To Thee) que chamou à música que fez para os versos pelo nome de Melita, nome antigo para Malta, local do naufrágio bíblico envolvendo o Apóstolo Paulo e citado nos Atos dos Apóstolos nos capítulos 27 e 28, escrito por Lucas.
Um outro serviço religioso anglicano foi celebrado na sala de jantar de 2ª classe, liderado por Reginald Barker, o segundo comissário. Eva Hart, uma menina sobrevivente, ficou encantada por se poder juntar ao comissário e cantar com ele um dos seus hinos religiosos favoritos, O God Our Help in Ages Past, e recordava-se que naquele momento entregou-se de todo o coração. Este hino que poucos conhecem e nunca citado nos filmes do Titanic, é baseado no Salmo 62.
Mas é durante o naufrágio que a fé destes homens e mulheres mais se evidência. Muito se especula qual a última melodia tocada a bordo, e já ninguém tem dúvidas que os bravos músicos tocaram o hino Nearer My God To Thee.
"Nearer My God To Thee" (Mais Perto de Ti Meu Deus) é um hino cristão do século XIX criado por Sarah Flower Adams, e baseado em Gênesis 28:11-19, que conta a história do sonho de Jacó. (Tradução do Novo Mundo) "11 Com o tempo atingiu certo lugar e se preparou para pernoitar ali, visto que o sol já se tinha posto. Tomou, pois, uma das pedras do lugar e a pôs como apoio para a sua cabeça, e deitou-se naquele lugar. 12 E começou a sonhar, e eis que havia uma escada posta na terra e seu topo tocava nos céus; e eis que anjos de Deus subiam e desciam por ela. 13 E eis que Jeová estava parado acima dela e passou a dizer: “Eu sou Jeová, o Deus de Abraão, teu pai, e o Deus de Isaque. A terra em que estás deitado, eu vou dá-la a ti e à tua descendência. 14 E tua descendência há de tornar-se como as partículas de pó da terra, e tu te hás de espalhar para o oeste, e para o leste, e para o norte, e para o sul, e todas as famílias do solo hão de abençoar a si mesmas por meio de ti e por meio de tua descendência. 15 E eis que estou contigo e vou guardar-te em todo o caminho em que andares, e vou retornar-te a este solo, porque não te abandonarei até que eu tenha realmente feito o que te falei.” 16 Jacó acordou então do sono e disse: “Verdadeiramente, Jeová está neste lugar e eu mesmo não o sabia.” 17 E ficou temeroso e acrescentou: “Quão atemorizante é este lugar! Não é senão a casa de Deus e este é o portão dos céus.” 18 De modo que Jacó se levantou de manhã cedo e tomou a pedra que tivera ali como apoio para a sua cabeça, e erigiu-a como coluna e despejou óleo sobre o topo dela. 19 Ademais, chamou aquele lugar pelo nome de Betel; mas o fato é que o nome da cidade era anteriormente Luz."

Saiba mais sobre este hino aqui
Depois de tocado, o pânico instala-se a bordo, e muitos passageiros juntam-se na popa do navio, lutando pela sobrevivência. É nesta luta pela vida que vemos Jack e Rose no filme de James Cameron tentando passar pela multidão que se amontoa naquela parte do navio, onde ouvimos um passageiro de aparência de terceira-classe citando o Salmo 23:4 - "Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo, a tua vara e o teu cajado me consolam." A citação é interrompida por Jack que pergunta a este se pode se despachar mais depressa por aquele vale. 

Mais a frente vemos o Padre Thomas Roussel Davids Byles, passageiro de segunda-classe com um grupo de fiéis, rezando a Avé Maria. Intercalado com a tentativa frenética de Jack e Rose de se manterem seguros na popa, voltamos a ver o padre desta vez citando o livro de Apocalipse 21:1 - "E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe."  Entre os gritos e a mãe que abraça o filho, o padre continua citando os versículos seguintes ao longe, voltando a cena para si no final do versículo 3 do capítulo 21: "... pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus."  

Rose recorda-se que foi ali que ela e Jack se conheceram, e voltamos ao padre citando por fim o versículo 4: "E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima, e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor nem dor, porque já as primeiras coisas são passadas."
Depois do navio se afundar, vários passageiros nos botes escutam os gritos e consideram que a oração mais apropriada para o momento seria Mateus 6:9-13... a conhecida oração do Pai Nosso, e juntos começaram a rezar pelos falecidos

30 de abril de 2012

Bilionário pretende construir réplica do Titanic em tamanho real

Titanic II vai contar com tecnologias avançadas e será movido a diesel, mas deve apresentar as quatro chaminés imponentes que marcaram o antigo navio.


Apenas algumas semanas após o centésimo aniversário da colisão do Titanic com um iceberg, o bilionário australiano Clive Palmer anunciou que pretende construir uma réplica em tamanho real do navio mais famoso de todos os tempos. Para isso, ele já teria inclusive um estaleiro chinês escolhido para abrigar a construção.
Além da contratação da empresa, Palmer já contaria com uma equipe pronta para recriar com perfeição todos os detalhes dos nove andares do navio de cruzeiro, que contava com 840 quartos. Segundo informações do Daily Mail, o Titanic II também deve apresentar as quatro imponentes chaminés, mas elas têm apenas fins estéticos, já que o navio deve usar diesel como combustível.
O Titanic II promete ser equipado com “tecnologias do século XXI”: além de ter garantias de que não vai afundar, ele vai trazer academias, spas e todas as comodidades que as pessoas esperam de navios de cruzeiro de luxo.
Esse é apenas o primeiro dos quatro navios de cruzeiro encomendado pelo bilionário ao fabricante chinês. A construção do Titanic II deve começar ainda no próximo ano e a viagem inaugural já estaria marcada para 2016. O custo do projeto ainda não foi revelado.
 
 

14 de abril de 2012

EM MEMÓRIA DO RMS TITANIC

 
Hoje faz 100 anos que o maior navio alguma vez construido pelo homem afundou por extupidez e arrogancia da humanidade.Alguns anos antes de  terem o criado 1911/1912 foi lançado um livro com o nome TITAN onde referiam que a humanidade iria construir um navio o mais mais belo do mundo onde esse navio  iria afundar na sua viagem inaugural onde lá referia também muitas coisas que  aconteceram naquela viagem todo o mundo ignorou isso  todos achavam que NEM DEUS AFUNDARARIA O TITANIC porque o olympic teve um acidente e perfurou o casco e não afundou. Na viagem do titanic um  homem oque  deu a ideia de o navio se chamar TITANIC  ele  descutiu com capitão onde referiu que deviam por o navio a todo  vapor para sair nas manchetes dos jornais  do dia 16 assim o capitão o fez pos o navio a todo o vapor mesmo não tendo binóculos, o navio foi alertado por barcos que ali passavam que averiam visto iceberg todos os avisos foram ignorados. no dia 14 de Abril por volta das 23:30 avistaram iceberg   pusseram as máquilas em remarcha e viraram a estibordo (maior erro deles) o navio  basicamente travou virou muito mais devagar de tive-se se mantido em velocidade máxima  virava mais devagar e nao teria colido.

O navio ao virar chocou chocou no iceberg e prefurou 5 dos ceus 16 compartimentos garantido assim que o  navio afundaria em 2 horas ( alguma pressão que haveria nas caldeiras após terem sido paradas conseguiu  manter o navio)  afundando ele em 2 horas e 43 minutos,Começou a inclinar cada vez mais.
Alguns botes salvavidas foram lançados porém havia grande panico entre a população.
Após desligarem as luzes as 2 e 20 aproximadamente  quando o navio estava a 45º o navio rachou entre a 3 e a 4 chaminé  esta parta caiu  matando milhares de pessoas que estavam na água e  caindo uma chaminé para cada lado a 3 chaminé fez pressão na parte que estava indo para baixo de água  entrando água para a parte partida após isso a  parte que estava  dentro de água na horizontal começou a inclinar até que ficou completamente na vertical acabando por afundar e levando consigo  as pessoas que se tinham agarado as grades.

hora da colisão: 00:00 de dia 15/04/2012
Hora da ida para o oceano pro completo 02:30 de dia 15/04/2012
Data da saida de Liverpool: 10/04/1912 
Data prevista para chegar a New York: 15/04/1912 ou 16/04/1912  ás 12:00

--->100 anos PARABÊNS!!